RENATA SOUTO MAIOR ARRUDA nasceu em João Pessoa, Paraíba. Cantora, compositora e poetisa, aos 19 anos, após participar de um show de Altamiro Carrilho cantando “Nunca” (Lupicínio Rodrigues), recebeu um elogio, de fundamental importância, de Elizeth Cardoso: “Essa menina interpretou essa música como todas as cantoras deveriam cantar. Porque ela cantou com a voz, com o corpo e com a alma”.

Lançou 08 CDs:

1993 – “Traficante de ilusões” (WEA/MZA Music)
1996 – “Renata Arruda” (Polygram/MZA Music)
1999 – “Um do outro” (BMG)
2003 – “Por elas e outras” (Sony Music)
2005 – “Pegada” (CID)
2008 – “Deixa” (Microservice)
2013 – “Roda de samba” (BMGV Music)
2014 – “Marcas e sinais” (Coleção Canal Brasil)

02 DVDs:

2005 – “Pegada” (CID)
2014 – “Marcas e sinais” (Coleção Canal Brasil)

Participou de projetos importantes como:

1993 – “Songbook Vinícius de Moraes – Vol. 03” (Lumiar Discos)
1993 – "Songbook Dorival Caymmi – Vol. 03” (Lumiar Discos)
1997 – "Som Brasil: Tributo a Elis Regina" (TV Globo)
1998 – "Jackson do Pandeiro revisto e sampleado" (BMG)
1999 –"Sinfonia de pardais - Uma homenagem a Herivelto Martins" (Som Livre)
1999 – “Solar”- Elba Ramalho (BMG)
2000 – "O melhor do forró no maior São João do mundo” (BMG)

Emplacou 08 canções em trilhas sonoras e campanhas: 

1993 – “Sangue latino” (novela “Fera ferida” – TV Globo)
1994 – “Só de sacanagem” (série “Confissões de adolescente” – TV Cultura)
1996 – “Templo” (novela “Vira-lata” – TV Globo)
1996 – “Canudinho” (campanha “Este é o sabor do seu canudinho” – Guaraná Antarctica)
1996 – “Aquele abraço” (campanha “Rio 2004”)
1999 –“É ouro pra mim” (novela “Andando nas nuvens” – TV Globo)
2004 –“Doublê de corpo” (novela “Metamorphoses” – TV Record)
2014 – “Misterioso coração” (filme “O resgate do pavão misterioso”)

Traz na bagagem parcerias com Mongol, Sandra de Sá, Zé Ricardo, Maria Carmem Barbosa, Nando Cordel, Antônio Villeroy, Ana Terra, Lúcia Veríssimo, Bebeto Alves, Dannah Costa, Chico César, Zélia Duncan, Paola Torres, Paulinho Galvão e Pedrin Gomes.

Possui canções gravadas por Ney Matogrosso (“Faço de tudo”), Sandra de Sá (“Nós” e “Faço de tudo”), Xuxa (“Preste atenção”, “Dança do sapinho”, “Rap da Xuxa” e “A borboleta”) e Zé Ricardo (“Sexta-feira” e “Gostava de ir”).

Cantou com Altamiro Carrilho, Banda do Zé Pretinho, Ney Matogrosso, Alceu Valença, Roupa Nova, Justin Worfield (rap americano da gravadora de Quincy Jones), Greg Phillinganes (tecladista de Michael Jackson), Jerry Hey (arranjador americano de sopro), Claude Nobs (diretor do Festival de Montreux), Joyce Collins, Marco Pereira, Chico César, Dominguinhos, Paulinho Moska, Zé Ricardo, Elba Ramalho, Simone, Os Cariocas, Sandra de Sá, Nando Cordel, Erick von Sohsten, Daniela Mercury, Fafá de Belém, entre outros.

Publicou em 2016 o primeiro livro de poesias, “Nua”.

Dona de uma voz grave e calorosa, Renata Arruda tem uma carreira respeitável. 

Veja também a Biografia completa contendo mais detalhes sobre a carreira de Renata Arruda

 “Pertenço à família das cantoras que a unidade está na voz da intérprete  e não no repertório escolhido”. 

 

 

 

 

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.